2 de dez de 2013

Resenha - Uma Curva na Estrada

From tumblr. Source.

Ooi gente! Como estão? Ai, super legal voltar a postar aqui! Hoje fiquei o dia todo querendo postar, mas precisava retribuir os comentários primeiro, vocês merecem um presentinho por me aturarem aqui... hehehehe to com mania de risadinhas :P E eu não tinha tanto tempo assim para postar... Não consigo postar sem estar no meu computador, parece que as palavras não fluem, sabe? Agora estou aqui, na tranquilidade de minha casa, postando aos meus leitores na tranquilidade das casas deles. Vocês já estão de férias? Eu estou mais ou menos. Não preciso ir, mas vou. aluna exemplar, uhum...

Trouxe hoje meu post favorito! Resenha! Ai como eu gosto de escrever sobre os livros que eu li, me empolgo tanto, começo a falar escrever demais, esqueço da vida, e preciso tomar cuidado pra não soltar spoilers. Eu amo spoilers, gente! Não tiram a graça, de forma alguma. Pra dar um exemplo, eu ainda não li nem Jogos Vorazes e já sei quem morre e quem não morre em A Esperança, mas curti muito saber uhuul. O livro de hoje eu comprei na feira do livro da minha escola (milagre ter esse tipo de livro por lá), não conhecia, e só comprei porque achei que sabia quem era o assassino, se não, não compraria. Sério. Eu compro livros já pensando no final deles, daí eu quase sempre erro. Vamos à resenha!

Foto simplesinha que tirei só pra mostrar a capa mesmo...

Miles Ryan é subxerife, foi casado, teve um filho, mas sua esposa, Missy, seu primeiro amor, foi caminhar e nunca mais voltou. Ela foi atropelada, e o assassino não prestou socorro, apenas cobriu o corpo. Investigações foram feitas, mas não concluíram nada, o que leva ele a criar um desejo profundo de levar o assassino à prisão. Dois anos depois, ele conhece Sarah, professora de seu filho, que foi para a cidade refazer sua vida após um divórcio. Ela se aproxima de Miles porque seu filho, Jonah, precisava de ajuda, e a partir daí eles começam a construir um grande amor. E então uma descoberta faz seu relacionamento depender de uma grande decisão.

"Eu te amo" - falou, sem conseguir conter as palavras. - "Ah, Miles, eu também te amo." - sussurrou.

Amei a leitura, apesar de não ser aquele livro que se destaca como o melhor dos melhores, é uma história linda, sobre amor e perdão, lições sobre como o peso do ódio pode afundar nossas vidas. O início do relacionamento de Miles e Sarah teve um toque de humor juntamente ao romance e o ventilador, ein? Entendedores entenderão e isso deixou o clima mais leve. Como em todos os livros do Nicholas, o final é super rápido, pois não é o mais importante, e sim como chegou-se a ele. Não é um livro curto, mas não se arrastou, consegui ler tranquilamente.

O livro foi publicado pela Editora Arqueiro (que sempre usa essas capas com um casal se beijando em cima, uma faixa branca no meio com o nome, e uma cena com o casal e uma paisagem em baixo), possui um bom trabalho interno, com fonte, páginas, e tal, só não curti muito a capa. Não sei o que é, mas esse laranja não se encaixou muito bem no branco da capa, deixando meio "apagado", sabe? Talvez seja porque outro livro tem o mesmo tom, mas acho que uma cor mais escura poderia ajudar...

Vocês já leram esse livro? Pelo que entendi é meio novo...

Gostaram da resenha? Espero que sim!

Beijinhos, fiquem com Deus!

9 comentários:

  1. Eu amo livros, mas odeio Nicholas Sparks. Eu, realmente, não consigo ler nada dele. Já tentem várias vezes, mas não deu certo :/

    Beijos, Tiptoe ♥ Espero sua visita *3*

    ResponderExcluir
  2. OBAAAAAA, poste sempre!
    Bjs – Su - www.rosachiclets.com.br

    ResponderExcluir
  3. eu nunca li esse livro, achei interessante
    adotadospelopai.com.br

    ResponderExcluir
  4. Hum...adoro! Sparks é um dos meus autores favoritos. Parabéns pela resenha,fiquei com mais vontade ainda de ler.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha Milena, já está na minha lista de livros favoritos pra comprar!

    www.whatnae.com ∴

    ResponderExcluir
  6. Nunca li mas parece ser ótimo! Adoro os livros do Nicholas Sparks. Adorei a resenha.
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  7. Acho que já falei aqui que sou super fan do Nicholas. Esse home tem um dom pra escrever romances que não é desse planeta. Já li alguns dos livros dele, e o que eu to louca pra ler agora é Um Homem de Sorte. Sua resenha ta muito boa, beijos; aboutgarota

    ResponderExcluir
  8. Não gosto dos livros do Nicholas. Pra começar não gosto de romances, e os romances do Nicholas nunca me agradam. Eu nunca li, e nem quero ler. Comprei A Seleção e li, e vi que tem romance. O livro não entrou para os meus favoritos por isso.
    Detesto essas capas da Editora Arqueiro ¬¬ Acho muito clichés. Mas amo as capas da Editora Intríseca ♥ São perfeitas demais, principalmente a de A Sombra da Serpente.
    Enfim, você faz resenhas muito bem ^^
    Kiss ~
    sibeleekpop.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Você se saiu muito bem na sua resenha, mas eu simplesmente não consigo gostar dos livros do Nicholas Sparks, acho que muitas vezes ele leva as garotas há uma ilusão de tamanho que não pode ser medido! Muitas garotas começam a procurar pelos romances do Nicholas Sparks na vida esquecendo de que nada é igual aos livros e que as pessoas tem diferentes personalidades, mas eu gosto de alguns livros deles e acho linda a forma que ele escreve.

    stopnow-paradaobrigatoria | blogspot

    ResponderExcluir

Obrigada por ler e comentar!
Deixe o link do seu blog (ou seu perfil aberto) para que eu possa retribuir. Não gosto muito de responder dúvidas via comentários, então prefiro que você mande na ask ali ao lado ->
Comentários de divulgação sem nada sobre o post não serão retribuidos. Fale pelo menos um pouquinho sobre o post, por favor.
Faça aos outros aquilo que você quer que façam para você.